Disjuntor contator VS: Qual a diferença

Se você quiser entender o disjuntor e o contator, então você deve entender que a principal diferença entre o disjuntor e o contator é que o contator é controlado por uma chave elétrica que conecta a carga e a fonte de alimentação.

No caso de disjuntor, trata-se de um dispositivo de proteção elétrica que desconecta a carga da fonte de alimentação quando ocorre uma falha. Vamos aprender mais sobre o interessante tópico de contatores versus disjuntores.

1. Definição e informações básicas de disjuntores e contatores

Disjuntor

Existem diferentes tipos de disjuntores e suas estruturas também são diferentes.

No entanto, o problema geral e comum dos disjuntores é que eles consistem em múltiplos contatos móveis e fixos, semelhantes aos contatores elétricos, mas geralmente são contatados fisicamente por pressão pneumática e mecânica ou acessórios eletromagnéticos.

Os disjuntores possuem circuitos de detecção de tensão e corrente que estão faltando nos contatores. Isso ocorre porque o disjuntor é operado automaticamente e, quando ocorre uma falha, ele pode funcionar sozinho.

Contator

O contator é mais simples que o disjuntor e possui vários contatos. Muitos deles são móveis, enquanto outros são fixos. Isto é para garantir o serviço quando o eletroímã o atrai.

O contator possui uma bobina eletromagnética que opera em baixa corrente e baixa tensão. Portanto, quando o controle é aplicado à bobina, a parte móvel entra em contato com o contato fixo e conecta a carga à fonte de alimentação.

2. O princípio de funcionamento dos disjuntores e contatores

Princípio de funcionamento do disjuntor

O princípio de funcionamento do disjuntor é composto por dois contatos metálicos fixos e móveis. Além disso, possui uma bobina operacional. Em circunstâncias normais, quando o circuito está fechado, os contatos estão em contato entre si e permitem o fluxo de corrente.

Os contatos móveis são montados com auxílio de pressão mecânica ou ar comprimido. Por exemplo, a pressão no contato móvel é obtida a partir da energia armazenada no mecanismo. Quando ocorre uma sobrecarga, a bobina é carregada com a energia potencial e um êmbolo é utilizado para o contato móvel do sistema.

Isto irá reavaliar a energia armazenada e separar os contatos. Após a separação, o circuito interno do disjuntor é desconectado e o fluxo de corrente é interrompido. Isso pode proteger o sistema contra danos.

Além disso, a compreensão do método do arco também é muito importante. Quando a corrente passa pela lacuna, a descarga de plasma é chamada de arco. Isso também pode acontecer com os fios de uma casa, mas acontecerá com o funcionamento do disjuntor.

Isto pode danificar o sistema e, se o arco não for controlado, poderá causar um incêndio. Portanto, o mecanismo do disjuntor é controlar e prevenir danos tanto quanto possível.

Princípio de funcionamento do contator

O princípio de funcionamento do contator é gerar uma corrente elétrica no local onde a bobina está fixada através de um campo eletromagnético. Em seguida, o contato móvel é empurrado para a frente e um eletroímã é usado para gerar força para fixar os contatos fixos e móveis juntos.

Quando a energia é desligada, a bobina do contator retorna à bobina do solenóide e à posição anterior, e nenhuma corrente flui no circuito. Se o contator CA estiver energizado, uma pequena parte da bobina ficará sombreada. Um atraso de fluxo magnético ocorre neste local.

Este é um efeito médio para evitar o zumbido central em duas linhas. Isto também inclui a seção de descarga interna para garantir uma ação rápida para que o contator possa ser fechado e aberto rapidamente. Da fonte de alimentação que fornece a chave, ou seja, no momento em que a chave é ligada, a corrente flui pela bobina do contator e atrai o centro móvel.

O contator conectado ao centro de movimento é fechado e o motor dá partida imediatamente. Quando a chave é desligada, o campo eletromagnético retorna à sua posição original e a fonte de alimentação é imediatamente cortada.

3. Diferença de operação entre disjuntor e contator

Eles diferem em termos de funcionalidade. A diferença entre contatores e disjuntores sempre foi um assunto importante para engenheiros e estudantes. Vamos explorar a diferença entre os dois.

Contator elétrico

A principal função do contator é adicionar carga e corrente, que deve ser de alta tensão. O contator também apresenta vantagens porque é construído para liberar e fechar rapidamente. Quando você precisar controlar ou mudar para alta e baixa tensão, será necessário mover o contator.

Disjuntor

Por outro lado, quando ocorre um curto-circuito ou sobrecarga, a função do disjuntor é desligar automaticamente a alimentação de corrente. Os especialistas podem operar manualmente o disjuntor e conectá-lo aos contatos de potência.

Portanto, na fase normal, este sistema funciona como uma chave. Outras diferenças importantes entre contatores e disjuntores:

  • O contator eletrônico é um dispositivo de comutação simples, enquanto o disjuntor é um sistema de proteção. A principal função do contator é controlar a fonte de alimentação. O disjuntor desempenha um papel protetor.
  • O contator está funcionando corretamente. Mas o disjuntor só funciona quando falha.
  • O contator requer média tensão. Por outro lado, os disjuntores requerem alta tensão.
  • Usar um contator significa que haverá mais flashes e oscilações. O outro é completamente impossível.
  • O contator não foi feito para automação. O outro pode iniciar e parar automaticamente quando o sistema falhar.
  • O princípio de funcionamento do sistema eletromagnético é estabelecer uma conexão entre o contato móvel e o contato fixo. No caso de disjuntores mecânicos e eletromagnéticos, é necessária pressão para estabelecer a ligação entre o contato móvel e o contato fixo.
  • O contator não possui dispositivo de extinção de arco. Mas o disjuntor de corrente e o disjuntor de alta tensão têm a mesma função.
  • Não há sistema de detecção de tensão no contator. O disjuntor possui componentes sensores de corrente e tensão.

4. Conclusão

Confira a discussão sobre contatores e disjuntores neste artigo e você entenderá as funções desses dois sistemas e como utilizá-los. Para obter mais informações, você pode perguntar a um mecânico elétrico conhecido.

Compartilhar:

Mais postagens

Envie-nos uma mensagem

Caixa de temporizador TB388 para piscina
Guia de mudança de horário

Tudo o que você precisa saber sobre um cronômetro de piscina

Quer você tenha um mostrador tradicional ou uma interface digital,…

Interruptores temporizadores elétricos AHC810 para luzes
Guia de mudança de horário

O que saber sobre o temporizador para luzes de paisagem

A escolha dos temporizadores de luz externos certos depende de suas preferências, ...

Interruptor de tempo astronômico AHD16T
Guia de mudança de horário

Compreendendo a mudança de horário astronômico: aplicações, benefícios e recursos

Os interruptores horários astronômicos são comumente usados para iluminação pública e…

Guia de mudança de horário

Qual é o princípio de funcionamento do disjuntor com religador automático?

Esses tipos de MCBs e RCCBs com funções de religamento automático…

Guia de mudança de horário

Quais são os tipos de relés elétricos

Os relés elétricos são um dos dispositivos mais usados…

Guia de mudança de horário

Como um temporizador pode beneficiar o crescimento automatizado!

É improvável que mesmo o jardineiro hidropônico mais perspicaz tome cuidado…